30 dezembro, 2020

A importância dos Projetos de Educação para o aperfeiçoamento de todos

Educação é uma palavra e uma ação que deveria estar sempre em voga. Mas por que, afinal, é importante estimular os projetos educacionais e o que pode ser caracterizado como um desses projetos?

O objetivo dessas ações é para aprimorar, ajudar, fazer o outro crescer, prosperar e, consequentemente, saber como ajudar o próximo a crescer também.

Nos casos das crianças e jovens, a ideia de se ter um projeto de educação precisa contar com um elemento importante que é: fugir das aulas convencionais, propondo um método de educação inovadora. Assim, com certeza, a curiosidade vai aumentar, o desejo de aprender uma coisa nova ou complementar será maior e o resultado satisfatório.

Além do mais, vale sempre lembrar, os projetos educacionais não são aplicados apenas em escolas para jovens e crianças, mas também para adultos, através de aperfeiçoamento profissional e visões de empreendedorismo que tendem a fazer com que as pessoas consigam melhorar seus níveis de instrução e produção no trabalho e também no dia a dia.

Como criar um projeto de educação?

Existem muitas maneiras de se criar um projeto voltado para a área educacional. Os focos podem ser distintos como por exemplo: melhorar o nível de leitura e estimular os jovens e crianças a irem à biblioteca, fazer com que a curiosidade por arte, história ou conhecimentos científicos sejam maiores, incentivar as pessoas adultas, que não possuem tanto afinidade com a tecnologia, a lidarem com essas mudanças na forma de se comunicar e resolver problemas básicos on-line, como agendar uma consulta, pagar um boleto pelo aplicativo do banco, fazer uma compra pela internet, entre outras coisas mais.

Esses projetos colaboram muito para que a escola consiga cumprir condições essenciais de estimular os alunos a construírem novos conhecimentos.

Outro fator importante é pensar no tema, pois ele precisa atender à demanda dos alunos que vão participar e também é através do assunto principal que os organizadores irão montar todo o planejamento.

No caso de um projeto educacional dentro das escolas voltado para crianças e jovens, alguns pontos devem ser levados em consideração, como por exemplo:

Não sobrecarregar

Os estudantes já terão seus compromissos com as atividades propostas pela escola, então esse projeto de educação deverá ensinar algo novo, mas não sobrecarregar quem participa, até porque o excesso de conteúdo pode comprometer o aproveitamento como um todo e tudo o que não pode acontecer é a exaustão e a desistência de participar do projeto.

Planejar bem as etapas

Assim como em qualquer projeto, os educacionais também precisam de um planejamento. É desafiador pensar e elaborar cada etapa do projeto, mas isso é necessário para que o aproveitamento seja total e para que a criança ou jovem saia desta ação realmente com uma bagagem maior e com vontade de aplicar isso em seus estudos e ações do futuro.

Ter um mediador disposto

É de extrema importância ter um mediador nos projetos educacionais. Nos casos das crianças principalmente. Por natureza, elas são curiosas e querem sempre aprender coisas novas. Por isso, uma pessoa que esteja por dentro do projeto, que saiba incentivar essa curiosidade e levar adiante todo o aprendizado é fundamental para que tudo saia de acordo com o planejado.

Os projetos de educação são apenas para crianças e jovens?

Quando se fala em criar um projeto educacional, certamente muitos pensam nas escolas. No entanto, incentivar e apoiar um projeto que envolva a sua comunidade é tão importante quando aguçar o aprendizado dos estudantes mais jovens.

Um projeto voltado para a educação digital, que proporciona, por exemplo, aos adultos, aprenderem a mexer no computador ou no celular se faz necessário nos dias atuais, com a constante e rápida evolução tecnológica.

Esses projetos podem também serem criados por estudantes e não apenas para os estudantes. Um grupo de alunos pode se reunir para beneficiar a comunidade. Empresas privadas podem incentivar projetos de educação para a sociedade. Organizações como o Instituto Credicitrus também são adeptas dos projetos educacionais, pois entendem a importância e o impacto que eles têm para a comunidade e também se preocupam em como isso vai ecoar de forma positiva para todos.

Projetos de Educação e cooperativismo

Através de projetos educacionais é possível reforçar o espírito do cooperativismo nas pessoas e fazer com que o que é passado durante o projeto, seja contínuo. Por exemplo, o Instituto Credicitrus oferece o  Programa Enfrente, parceria com o Sebrae, que tem como objetivo oferecer aos cooperados empreendedores um pacote completo de ferramentas para enfrentar a crise, mais uma oportunidade de capacitação para os cooperados terem a oportunidade de se reeducar e entender melhor como sobreviver a esses momentos delicados.

Outro projeto que o Instituto Credicitrus apoia e promove é o StratSE, que tem por objetivo capacitar o profissional de acordo com suas necessidades e, com isso, fazer com que ele cresça na carreira. Neste caso, o público dessa iniciativa são os próprios colaboradores da Credicitrus. Com isso, a ideia também é fazer com que esses projetos tenham o espírito do cooperar, para que os participantes possam compreender, melhorar pessoal e profissionalmente e possam colaborar para ajudar o próximo, sempre.

Já apoiou um projeto de educação?

Quando um projeto com o intuito educacional é colocado em prática, todos saem ganhando. Se é na escola, os alunos se beneficiam e conseguem uma formação a mais. Se é na comunidade ou dentro da empresa, o que é ensinado no projeto também consegue beneficiar a todos. Os alunos vão ficar mais curiosos e inteligentes, os colaboradores mais pró-ativos e vão aprender a desempenhar novas funções e, tudo isso, consequentemente, vai ecoar positivamente no todo, pois a educação sempre é o pilar para tudo. Apoie e reforce sempre a importância dos projetos de educação.

%d blogueiros gostam disto: