17 novembro, 2020

4 passos para começar um movimento de coleta seletiva na sua cidade

Coleta seletiva, certamente você já ouviu falar sobre esse assunto. Também já deve ter escutado os termos reciclar, reaproveitar e ser mais sustentável. Mas, você sabe mesmo como pode ajudar todos à sua volta colaborando com a coleta seletiva na sua cidade?

Separamos 4 passos para iniciar sua participação e fortalecer o movimento de coleta seletiva no lugar em que vive.

Entender os diferentes tipos de lixo

Antes de começar a fazer coleta seletiva, é preciso entender quais são os tipos de lixo, pois cada tipo de resíduo tem um processo de reciclagem diferente.

Por isso, o lixo é classificado em alguns tipos como: orgânico, material reciclável e não reciclável. Na coleta seletiva também se deve separar o que é resíduo orgânico dos resíduos secos e, para tudo isso funcionar perfeitamente, é importante que você faça essa separação em sacos biodegradáveis, além de fazer o descarte nos pontos de coletas adequados, aí sim o conceito de sustentabilidade vai estar sendo aplicado de maneira mais eficaz.

Saber quais são os benefícios da coleta seletiva

A coleta seletiva é indicada por cores. O azul é para descarte de papel, o vermelho para plástico, o verde para depositar vidros e o amarelo para metal. Existem outras cores também, o marrom, por exemplo, é para resíduos orgânicos, o branco para resíduos hospitalares e o roxo para resíduos radioativos. Essas cores foram estabelecidas pelo Conama (Conselho Nacional de Meio Ambiente) e são padronizadas.

Com esse descarte acontecendo de maneira correta, os benefícios são muitos para todo mundo. A reciclagem do lixo aumenta e isso faz com que haja a diminuição da poluição do solo, da água e do ar, além de permitir que a cidade fique mais limpa e higienizada, reduz os focos de proliferação vetores transmissores de doenças, como ratos e mosquitos, por exemplo; ainda previne enchentes e colabora com a geração de emprego e renda pela comercialização dos recicláveis.

Faça um planejamento da rotina e das ações

Antes de iniciar um projeto de coleta seletiva na sua cidade é importante ter um planejamento e contar com pessoas da sua família, amigos ou vizinhos durante um trabalho de coleta seletiva, para que haja orientação sobre o projeto e também para que o engajamento seja maior na hora da coleta.

A logística dos resíduos também deve estar atrelada ao planejamento. Afinal, onde esses resíduos irão ficar até o momento da coleta e para onde essas coisas vão? Para isso, é interessante fazer uma pesquisa e conhecer lugares na sua comunidade que recolhem e destinam materiais recicláveis corretamente.

Estabelecer horários e rotinas para a limpeza e a coleta também são essenciais para que não haja confusões e tudo fique perfeitamente organizado. No planejamento das ações, você deverá responder algumas perguntas para que essa coleta seletiva tenha o resultado esperado pela cidade.

● Quem fará essa coleta?

● Onde esse material será estocado?

● Qual será o caminho dos recicláveis desde a origem até a estocagem?

● Quem irá recolher os materiais, de que maneira isso irá acontecer e com que frequência?

Essas questões devem ser respondidas para que o planejamento saia da melhor forma possível. Importante sempre levar em consideração que a sustentabilidade deve estar sempre à frente. A coleta seletiva é mais um ato em favor do bem comum, beneficia a comunidade e o meio ambiente de forma geral, mas é preciso cuidado, dedicação, conhecimento sobre o processo e organização para que tudo seja feito da forma correta, sem desalinhos e com comprometimento.

Informe e conscientize a população

Fazer uma coleta seletiva na sua cidade é um trabalho que pode envolver cada vez mais pessoas. O objetivo é que esse projeto seja aderido por todos, assim o resultado será positivo para toda a comunidade.

Por isso, informar e conscientizar a comunidade para uma educação ambiental é importante. Além da sensibilização e mobilização dos envolvidos, todos devem estar por dentro de tudo, do planejamento, das ações e dos resultados, assim a empolgação certamente será maior e cada vez mais pessoas vão aderir à ideia.

A conscientização também pode acontecer de outras maneiras, como o oferecimento de palestras para a população. Dentro das escolas e das empresas, começar a adotar ideias sustentáveis como a coleta seletiva, por exemplo, também é uma maneira de incentivar a separação dos resíduos e assim, cada vez mais, novas pessoas vão conhecendo e se interessando por ajudar e contribuir.

Vamos ser mais sustentáveis?

Com os passos que separamos acima para que você possa iniciar a coleta seletiva na sua cidade, você vai perceber como é simples adotar hábitos mais sustentáveis na sua vida, além de impactar outras vidas com a geração de emprego e renda, por exemplo.

Por isso, não espere alguém se mover para embarcar nessa ideia. Comece você mesmo a praticar a coleta seletiva na sua cidade. Se o projeto ainda não existe, comece dentro da sua casa, com sua família e depois expanda a ideia para o bairro e, consequentemente, para a cidade.

Não perca mais tempo e comece a incentivar cada vez mais os movimentos de coleta seletiva dentro da sua cidade. A população fica mais feliz, a natureza fica mais saudável e todos saem ganhando.

%d blogueiros gostam disto: